Case da Panificadora Kennedy

 

 

 

Para aprimorar operações, proteger clientes e seu patrimônio, a Panificadora Kennedy implanta CFTV- Circuito Fechado de TV.

O Projeto de Segurança Eletrônica da Panificadora Kennedy

Para proteger ativos e clientes que frequentam a casa, além de monitorar ações de funcionários, a Panificadora Kennedy tem investido maciçamente em Vigilância Eletrônica. Inibir atrasos da equipe, aglomerações desnecessárias, má prática de trabalho, roubos internos e externos, são os objetivos da empresa ao implantar moderno CFTV (Circuito Fechado de TV).

Atualmente a empresa conta com 64 Câmeras da TecVoz, entre Mini-Câmeras 500HS e Câmeras Profissionais 550HS, que estão dispostas em pontos estratégicos do estabelecimento. No início, apenas os caixas eram monitorados. Mas presentemente o Sistema de CFTV cresceu. Hoje, com a assessoria técnica da PROGestão Projetos & Instalações praticamente todo o espaço é vigiado eletronicamente.

De acordo com a empresária, com o monitoramento tem sido possível comprovar tudo o que ocorre na Panificadora. “Quando flagramos funcionários fazendo algo fora dos padrões de excelência, usamos as imagens para realizar treinamentos e corrigir erros”, informa. Por outro lado, há vezes em que as imagens são usadas para confrontar clientes. “Em uma ocasião, uma mulher disse que seu carro foi batido enquanto se alimentava na Panificadora. Após conferir as imagens e certificar-se que o carro ingressou no estacionamento já avariado, o marido dela ficou sem argumentos”, registra a empresária.

De acordo com Paulo Yoon, Diretor Comercial da TecVoz, marca utilizada em todo o Sistema de CFTV implantado, as Panificadoras e Padarias de todo o país estão cada vez mais expostas aos perigos de assaltos. “Nesse sentido, o CFTV ajuda a minimizar ocorrências, inibindo ações de de meliantes. Além disso, alerta para práticas indesejáveis dos colaboradores e incrementa a confiança dos clientes”.

Para a proprietária da Panificadora Kennedy, a nitidez das imagens é o grande diferencial do projeto. “Há simplicidade em monitorar imagens, tanto local como remotamente, sem contar a assertividade do Suporte Técnico. Sempre que necessário fomos atendidos prontamente”, relata.

Fonte: Revista Voz – Informativo Trimestral da TecVoz – Ano III – Número 9


Não deixe de acessar www.protecnos.com.br – nossa importante Empresa Coligada fornecedora de equipamentos.

Deixe uma resposta